ONLINE - Como construir uma HQ

ONLINE - Como construir uma HQ

R$ 1.200,00
ou 12 x R$ 120,48
. Comprar  
Oficina de Quadrinhos - como construir uma HQ: Tema, estrutura, personagens, narrativa, produção e venda

TURMA TERÇA-FEIRA e QUINTA-FEIRA
Início: 10/11
Término: 17/12
Horário: 20:00 às 22:10
Duração: 12 aulas, total de 24 horas.

Público-alvo:

Profissionais e amadores interessados em contar histórias em quadrinhos. 
Pré-requisito: noção básica de desenho.

Objetivo:

O Curso Oficina de Quadrinhos - como construir uma HQ: Tema, estrutura, personagens, narrativa, produção e venda, tem como objetivo preparar os alunos para o processo de realizar uma história em quadrinhos. 
Será apresentado cada uma das etapas de produção, desde a ideia inicial até a conclusão e eventual comercialização. Com a apresentação de teoria, exemplos e sugestão de exercícios relacionado a cada conteúdo. 
Ao término do curso o aluno terá concebido e esboçado uma história original completa com quatro páginas de texto e arte, além de finalizar ao menos uma página dessa história.

Conteúdo:

Módulo 1: TEMA
  • Apresentações
  • Limites e vantagens das histórias em quadrinhos como mídia 
  • Trabalhando ideias
  • Tema: o que é como definir.

Módulo 2: ESTRUTURA
  • Estrutura 
  • Arcos da história
  • Argumento
  • Como usar a estrutura para escrever a história
  • Projeto Final - Parte 1: criar argumento para história de quatro páginas com pelo menos dois personagens

Módulo 3: PERSONAGEM
  • Design de personagem
  • Comportamento: Linguagem verbal e corporal
  • Utilizando inspirações
  • Arco de personagem
  • Projeto Final - Parte 2: criar ao menos dois personagens e suas características (o que a move, onde se move, o que a torna única, comportamento, linguagem verbal e corporal).

Módulo 4 - NARRATIVA E LAYOUT MACRO
  • Layout macro
  • Espelho
  • Planos
  • Narrativa gráfica na história e no mundo.
  • Projeto Final - Parte 4: layout macro

Módulo 5 - ESCREVENDO COM IMAGENS
  • Escolhendo o que mostrar
  • Rima visual
  • Experimentação gráfica
  • Ritmo e conclusão

Módulo 6 - CENA
  • Divisão do roteiro em cenas
  • Componentes da cena
  • Ritmo e intenção
  • Projeto Final - parte 5: dividir em cenas e intenções

Módulo 7 - LAYOUT MICRO
  • Layout de página.
  • Propriedades narrativas
  • Layout micro
  • Projeto Final - parte 6: layout micro

Módulo 8 - DIÁLOGO
  • Ferramentas do diálogo
  • Ritmo de fala e quebra de expectativa
  • Redundância
  • Diferenças de personalidade e regionalismos
  • Projeto Final - parte 3: diálogos da história

Módulo 9 - ETAPAS DE PRODUÇÃO
  • Lápis
  • Arte-final 
  • Cores
  • Pontos de atenção em cada etapa
  • Finalização
  • Projeto Final - parte 8: decidir a página a ser finalizada e começar

Módulo 10 - ANÁLISE MERCADOLÓGICA 
  • Análise editorial e comercial, mais testes
  • Pré-produção
  • Análise mercadológica
  • Público-alvo
  • Projeto Final - parte 10: definir público-alvo, análise de produtos semelhantes, gênero da HQ e inspirações. Começar a finalizar a página escolhida.

Módulo 11 – CAPAS
  • Capa e seus elementos
  • Definição de capa
  • Análise de design de capas
  • Estudo de caso
  • Projeto Final - parte 11: concluir a página e elaborar layouts para capa

Módulo 12 - ESTRATÉGIA DE AÇÃO
  • Formas de publicação e financiamento
  • Estratégias de divulgação e de vendas
  • Estabelecendo metodologia
  • Etapas de produção
  • Planejamento para o próximo projeto

Professores
GUSTAVO BORGES nasceu em 1995, em Porto Alegre, Rio Grande do Sul. É autor de quadrinhos e ilustrador. 
Começou produzindo uma série de tiras para internet, A Entediante Vida de Morte Crens, que resultou na sua estreia no mercado editorial em 2013, com um álbum independente compilando esse material. 
No ano seguinte, em parceria com Giovane Mello, lançou Edgar, que ganhou o Troféu HQ Mix de melhor publicação independente. 
Seu trabalho seguinte foi Pétalas, com cores de Cris Peter, cujo projeto atingiu mais de 1000% da meta de sua campanha de financiamento coletivo na plataforma Catarse. Mais tarde, o álbum foi lançado pelas editoras Tambor e Marsupial. 
No ano de 2016, lançou o segundo volume de A Entediante Vida de Morte Crens. Também participou do livro Memórias do Mauricio (Editora Panini), em comemoração aos 80 anos do pai da Turma da Mônica, com a história Você já comeu içá? 
Em 2017, desenhou Escolhas (escrito por Felipe Cagno e com cores de Cris Peter) e Até o Fim (com roteiro de Eric Peleias e cores de Michel Ramalho). Ambos saíram pelo selo Geektopia, da Editora Novo Século. 
Além disso, estreou no mercado norte-americano, na coletânea The Amazing World of Gumball 2017 – Grab Bag Special, da Boom Studios. Mesmo com uma carreira ainda curta, já foi publicado no exterior. Pétalas foi publicado na França, Polônia, Estados Unidos e Portugal – onde também foi lançado o primeiro volume de A Entediante Vida de Morte Crens. 
Em 2018, lançou, a convite da Mauricio de Sousa Produções, Cebolinha – Recuperação, publicado no selo editorial Graphic MSP, pela Editora Panini. 
No ano de 2019 publicou o terceiro volume de Morte Crens - O Entediante Trabalho de Morte Crens e Como Fazer Amigos e Enfrentar Fantasmas após duas bem-sucedidas campanhas de financiamento coletivo.
Presença constante em eventos em todo o Brasil, palestrando e autografando seus materiais, Gustavo Borges ainda colabora com o Dínamo Estúdio, escola de quadrinhos de Porto Alegre, ministrando cursos e workshops de curta duração.


ERIC PELEIAS é natural de São Paulo, capital, onde reside desde então. Designer gráfico formado pela Escola Panamericana de Artes e Design, com mestrado em design editorial pelo Istituto Europeo di Design. Estudou ilustração no Instituto dos Quadrinhos e na Quanta Academia de Artes e é formado em direito pela Universidade Paulista. 
Trabalhou como diretor de arte, designer e ilustrador sobretudo na área editorial. Já atendeu empresas como Grande Prêmio Brasil de Fórmula 1, Editora Abril, Greenpeace, World Bank, Sabesp, Médicos Sem Fronteiras, Natura, Editora Trip, Editora Capital Aberto, entre outros.
Sua estreia em histórias em quadrinhos aconteceu no Festival Internacional de Quadrinhos de Belo Horizonte 2013, com o lançamento de Ima – Sempre em Frente, história real de uma sobrevivente do holocausto. O quadrinho já vendeu mais de dois mil exemplares e foi bem recebido por público e crítica. Em 2014 lançou, de forma independente, Eu, Super. A revista teve sua tiragem de mil exemplares esgotada e fez sucesso especialmente entre o público jovem, que gerou, em 2016, Diário de um Super, primeira série exclusiva da plataforma digital Social Comics, com mais de dez mil páginas lidas desde sua estreia.
Em 2015 realizou uma campanha de financiamento coletivo para a publicação de sua terceira história, Olhos Insanos, que no ano seguinte foi finalista do Troféu HQ/Mix na categoria Novos Talentos – Roteirista. Em 2017 lançou Até o Fim, obra selecionada pelo Programa de Ação Cultural, na categoria quadrinhos. Em parceria com Gustavo Borges (arte) e Michel Ramalho (cores). Até o Fim foi um projeto de muito sucesso de crítica e público, tendo esgotado sua tiragem inicial de mais de 2.000 exemplares em menos de um ano e segue para sua segunda edição.
Em 2018, após um financiamento coletivo que ultrapassou o número de 1.000 apoiadores, lançou Últimos Deuses, em parceria com o artista Hiro Kawahara. A HQ já está próxima de esgotar sua primeira tiragem de 2.500 exemplares e é finalista do Troféu HQ/Mix nas categorias Melhor Roteirista e Lançamento Independente. Em 2019, mais uma vez com Gustavo Borges, publicou Como Fazer Amigos e Enfrentar Fantasmas. A história foi muito bem recebida por crítica e público, chegando a figurar em diversas listas de melhores publicações do ano, como a do site Universo HQ.
Participou como convidado e/ou expositor das maiores convenções de quadrinhos do Brasil (Festival Internacional de Quadrinhos de Belo Horizonte/MG, Bienal de Quadrinhos de Curitiba/PR, CCXP em São Paulo/SP, CCXP - Tour/Nordeste, em Recife/PE), além de evento no exterior (TCAF, no Canadá) e colaborou em coletâneas de quadrinhos como Um Cara que Caiu do Céu e Não Conhecia a Vida, Ciclanos & Ciclanas e Pátria Armada: Relatos de Guerra, ao lado de alguns dos maiores nomes dos quadrinhos nacionais. 
Realizou palestras, oficinas e workshops sobre temas como Planejamento Editorial e roteiro para Narrativas em instituições como Senac (SP), Quanta Academia de Artes (SP), Dínamo Estúdio (RS), Na'amat Pioneiras Brasil (SP), Bienal de Quadrinhos de Curitiba, entre outros.
Veja também